Já existe um material sintético que pode regenerar ossos

Cientistas norte-americanos da Northwestern University criaram um material sintético que será uma preciosa ajuda na regeneração de ossos que sofreram ferimentos.

Uma reputada equipa de cientistas da Northwestern University (Estados Unidos) conseguiu criar um material sintético capaz de regenerar ferimentos ósseos, sendo que a característica mais surpreendente desta descoberta é o facto de que o produto pode ser moldado em impressoras 3D, de modo a adaptar-se a cada doente em particular. Isto significa que será possível produzir facilmente próteses personalizadas e adaptadas a cada caso.

Este material “milagroso” foi apelidado de «osso hiperelástico» e já provou a sua efetividade. A equipa conseguiu regenerar a espinha de ratos e o crânio de um primata ferido em testes laboratoriais e experimentais.

O produto é composto por polímero e cerâmica. Adam Jakus, porta-voz e membro da equipa de cientistas, afirmou que o material sintético é forte e flexível, para além de ser leve e fácil de empacotar, o que ajudará à sua comercialização para hospitais e clínicas de todo o mundo.

Biologicamente falando, o composto atua da seguinte forma: infiltra-se facilmente no osso, dado ser extremamente absorvente, o que permite que o sangue se misture com ele promovendo a regeneração. Os vasos sanguíneos conseguem sem dificuldade penetrar no material sintético, acabando por acelerar todo o processo de recuperação do osso afetado.

O “osso hiperelástico” ainda se encontra em testes laboratoriais. No entanto, a equipa que o desenvolveu pretende comercializar o produto no máximo daqui a cinco anos, sendo que este ainda necessita de ser aprovado pelas entidades reguladoras.

Imagem: RT Question More


Também poderão gostar