Samsung abandona a produção do Galaxy Note 7

O Galaxy Note 7 tem dado mais prejuízo do que lucro à Samsung, pelo que a empresa decidiu cancelar de uma vez por todas a produção desse aparelho.

Depois de baterias que se incendeiam sozinhas, um gigantesco recall e outros acidentes, a empresa sul-coreana Samsung decidiu abandonar a produção do Galaxy Note 7. Mais nenhum dispositivo dessa linha será produzido. Para além disso, a empresa aconselhou os proprietários desse aparelho a devolverem-no ou a trocarem-no por outro. Com o cancelamento da produção e as devoluções, o prejuízo da Samsung pode ser de 17 mil milhões de dólares, o que provavelmente tornará o Galaxy Note 7 o maior fiasco de sempre dentro desta área da tecnologia.

Por enquanto, a empresa parou com a fabricação desse smartphone enquanto aguarda pelo veredicto dos órgãos reguladores norte-americanos. Existem riscos objetivos que o Galaxy Note 7 apresenta para os consumidores, pelo que as altas instâncias decidirão se o aparelho pode ou não continuar a ser produzido. No entanto, dada a péssima reputação do mesmo, é provável que os sul-coreanos simplesmente comecem a trabalhar num substituto com um histórico limpo, para cobrirem os prejuízos e recuperarem um pouco da reputação perdida.

Alguns analistas dos Estados Unidos afirmam que o pior veredicto das entidades reguladoras seria um banimento total do aparelho, tanto da fabricação do mesmo como daqueles que estão atualmente nas prateleiras das lojas por vender. Dado que a Samsung estava à espera de vender 19 milhões de unidades, o prejuízo total será de 17 mil milhões de dólares. Esta soma astronómica implica que a empresa rapidamente terá de fabricar um bom substituto para o Galaxy Note 7, de modo a garantir a estabilidade financeira.

Imagem: Cnet


Também poderão gostar