Novos chipsets da Intel com USB 3.1 e WiFi integrados

A Intel prepara um grande upgrade para a série 300 das suas placas-mãe. Os chipsets deverão trazer USB 3.1 e WiFi integrados.

Os rumores foram lançados pelos sites Digitimes e Extremetech. A Intel, uma autoridade no mercado dos chips, está a preparar a incorporação de USB 3.1 e WiFi nas suas placas-mãe, depois de já ter agradado aos seus clientes com a chegada do suporte à tecnologia M.2 para SSDs e recursos que acabaram por aumentar imenso a velocidade e a troca de informações entre os diferentes componentes do PC.

A fabricante pretende seguir a segunda geração da versão 3.1 nos chipsets. O upgrade, no entanto, aumentará a taxa de transferência de arquivos de um aparelho para o outro de uns 5 Gbps para uns incríveis 10 Gpbs. Para quem trabalha com edição de vídeos, esta ampliação que praticamente dobra a taxa de transferência é muito bem-vinda, embora para o utilizador comum talvez não fosse necessário um aumento tão grande.

Mas vamos falar da outra novidade, a integração ao WiFi. O adeus aos cabos nestes novos chips lança a dúvida entre alguns consumidores, que acham que as ligações físicas são mais confiáveis e fortes, mas a verdade é que o WiFi integrado nas placas-mãe oferece um enorme número de novas possibilidades e sofisticação, que certamente fará com que os menos temerosos façam o upgrade ao comprar os novos chipsets assim que estejam disponíveis no mercado.

A Intel tem apostado imenso nestes melhoramentos, mostrando que acompanha atentamente o ritmo vertiginoso da chegada de novas possibilidades para a tecnologia. Os clientes da empresa sabem que ela nunca falha, sabem que nas lojas poderão sempre encontrar os melhores produtos nas prateleiras dedicadas à fabricante. Os novos chipsets são uma prova da excelência da Intel na produção de componentes e dispositivos.

Imagem: Asus


Também poderão gostar