Inteligência Artificial irá moderar as publicações no Facebook

Depois de muitas críticas ao Facebook por causa das notícias falsas e conteúdo que incita ao ódio e à violência, a rede social irá colocar a inteligência artificial a “policiar” o conteúdo publicado na sua plataforma.

Um novo algoritmo inteligente irá moderar os milhões de posts que são publicados diariamente no Facebook. Na falta de colaboradores humanos que consigam “policiar” tudo, a inteligência artificial fará esse trabalho.

O principal objetivo do programa inteligente é detetar conteúdos que não estão de acordo com os termos de uso da rede social, e ele é muito! O incitamento ao ódio e à violência, as fotos de nudez e as notícias sensacionalistas são um grande problema. O algoritmo terá como missão acabar ou pelo menos reduzir esse tipo de conteúdo, que acaba por denegrir a própria imagem do Facebook.

Os críticos deste programa de “policiamento” denunciam que não se sabe como está programada a inteligência artificial para lidar especialmente com as notícias falsas. O próprio CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, censurou notícias que criticavam Hillary Clinton, durante as presidenciais norte-americanas, enquanto que o mesmo tipo de conteúdo difamatório passou pelo radar (ou não) quando se tratava de Donald Trump. Ou seja, existem dúvidas sobre a imparcialidade tanto da inteligência artificial como da inteligência humana.

Quando as empresas crescem bastante, ganham influência junto dos atores políticos, e este é um problema que também está a afetar o Facebook. Alguns grupos ativistas dos direitos humanos já criticaram Zuckerberg precisamente sobre o assunto das ligações secretas entre a sua rede social, os políticos e os grandes grupos com interesses financeiros.

Imagem: Dinheiro Vivo


Também poderão gostar