Google lança uma ferramenta para a criação de aplicações

O novo serviço da Google chama-se App Maker (Criador de Aplicações) e foi especialmente concebido para as empresas.

A nova ferramenta da Google é o App Maker, que servirá para o mundo empresarial desenvolver aplicações sobre os seus produtos e serviços. O software é bastante intuitivo e a programação das aplicações segue linhas simples, sendo baseada em blocos de códigos que podem ser juntados de acordo com o propósito dos criadores.

Com esta ferramenta, a Google pretende competir com inúmeras startups que estão a basear o seu negócio nos serviços de criação de aplicações, para além de competir com a Microsoft que já detém uma posição consolidada nesta área.

O App Maker está baseado na Nuvem. As aplicações criadas através deste serviço podem, depois, ser interligadas com outras plataformas da Google, como o Google Mapas e Contactos, que estão apoiadas no G Suite. Os criadores das apps poderão, portanto, gerir as suas criações nas infraestruturas desse serviço da gigante das pesquisas, de modo a simplificar todo o processo de manutenção, edição e divulgação das aplicações.

Esta ferramenta dificilmente será útil para particulares, tendo sido especialmente para o mundo empresarial. Atualmente, é praticamente “obrigatório” que todas as empresas possuam uma aplicação especialmente desenhada para dispositivos móveis, e o App Maker é a resposta para essa pressão do mercado.

A maior vantagem deste novo serviço da Google é o facto de as aplicações ficarem alojadas nas suas infraestruturas, pelo que os criadores não necessitam de obter alojamento. Outro benefício é facilidade de criação das apps, não sendo necessária às empresas a contratação de programadores para levarem a cabo o serviço.

Imagem: VentureBeat


Também poderão gostar