Homem rouba 4 milhões de euros e gasta um quarto do dinheiro no Game of War

Um norte-americano roubou 4,8 milhões de dólares (cerca de 4 milhões de euros) da empresa para que trabalha e depois gastou 1 milhão (cerca de 800 mil euros) no jogo online Game of War.

O norte-americano Kevin Lee Co confessou numa corte federal dos Estados Unidos que roubou 4,8 milhões de dólares (4 milhões €) da empresa Holt Califórnia, para quem trabalha (ou trabalhava…) e depois gastou cerca de um quarto desse montante no jogo online Game of War, em investimentos.

Mas o ladrão também mostrou que sabe gastar bem o dinheiro alheio. Para além de investir no Game of War, um jogo online que certamente adora (!), Kevin aplicou uma parte dos 4,8 milhões de dólares em cirurgias plásticas, em bilhetes para a NBA — para ver as estrelas dos San Francisco 49ers e dos Sacramento Kings —, em carros de luxo e num título de sócio num clube de golfe. Vida boa!

O dinheiro que o pouco honrado funcionário da empresa Holt Califórnia investiu no Game of War, que foi 1 milhão de dólares (cerca de 800 mil euros), explica-se pelo facto de que um bom investimento rápido nesse jogo online permite que um jogador prepare o seu exército para lutar contra os inimigos, e isso resulta em muitas vantagens que podem dar um bom lucro no futuro. Para as pessoas normais isto é um pouco bizarro, mas para os amantes desse jogo faz todo o sentido. Obviamente, investir com o dinheiro alheio é que já não poderá ser bem aceite pelos jogadores do Game of War, mas deixamos isso à consideração dos mesmos.

Em maio de 2017 Kevin receberá a sua sentença, que poderá chegar aos 20 anos de prisão. Infelizmente, ele não poderá jogar o Game of War atrás das grades.

Imagem: gameofwarfireage.net


Também poderão gostar