Primeiro dispositivo da HDM é uma recriação do Nokia 150

A HDM Global apresentou o seu primeiro dispositivo com o nome Nokia, e o resultado foi uma desilusão para quem esperava mais.

Esta terça-feira foi apresentado o primeiro aparelho da parceria entre a HMD Global e a Nokia. Muitos esperavam por um smartphone sofisticado baseado no Android, mas receberam apenas uma recriação do telemóvel Nokia 150. Foi uma desilusão geral, mas a apresentação deste dispositivo poderá apenas ser simbólica, ou seja, o melhor deve estar para chegar.

A nova versão do Nokia 150 é muito básico e também é baratinho. Fica apenas por uns 20 euros, sendo que a HDM Global promete que, apesar disso, é robusto e muito durável. Tem um ecrã de 2,4 polegadas, teclado físico, suporte a dois chips SIM, reprodutor de MP3, conetividade Bluetooth, suporte a cartões microSD e uma entrada micro USB. Vem equipado igualmente com uma câmara traseira com qualidade VGA com um flash em LED, que pode ser utilizado como lanterna. Para quem gosta de jogos, poderá contar no novo Nokia 150 com o Snake Xenzia.

O novo dispositivo da HDM Global tem uma autonomia de bateria de um mês em modo de espera, ou 22 horas contínuas em modo de chamada. Para um preço tão baixo, provavelmente para a empresa vender muitas unidades no Natal, o novo modelo do Nokia 150 tem bastante qualidade e robustez.

Para quem ficou desiludido, o melhor é encarar este dispositivo como um símbolo da parceria entre a Nokia e a HDM Global. Um smartphone topo de linha baseado no Android será provavelmente apresentado pela HDM durante o Mobile World Congress de 2017.

Imagem: mobiFlip.de


Também poderão gostar