Apple não aproveitou o desastre da Samsung com o Galaxy Note 7

O Galaxy Note 7 foi um autêntico desastre para a Samsung, que a Apple poderia ter aproveitado. Mas, no entanto, o iPhone 7 não se mostrou à altura dos desejos dos consumidores.

A Apple teve neste ano que agora termina uma excelente oportunidade para se aproximar da Samsung no mercado dos smartphones, mas não soube aproveitar o desastre financeiro que foi o aparelho Galaxy Note 7 da empresa sul-coreana. Isto de acordo com analistas do NPD, que acrescentam que a empresa de Tim Cook poderia ter acabado 2016 com um lucro muito maior do que aquele que realmente teve.

O problema foi que os smartphones iPhone 7 e iPhone 7 Plus não apresentam características inovadoras, capazes de atrair clientes, pelo que estes não compraram muito esses dispositivos perante o desastre do Galaxy Note 7. O que aconteceu é que a Samsung conseguiu manter os consumidores a comprar os seus produtos, mais especificamente os smartphones Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge.

Segundo Chetan Sharma, analista da NPD, o que aconteceu foi o seguinte: “A Apple tem o ecossistema mais forte com hardware, software e lojas de aplicações e conteúdos. Os utilizadores do iPhone procuram os seus upgrades na própria Apple. Mas no ano em que a Samsung deixou ‘a bola cair’, a Apple não tinha um smartphone atraente o suficiente para ‘roubar’ clientes à Samsung”.

Inicialmente até se pensava que a Apple conseguiria grandes lucros por causa do desastre do Galaxy Note 7, mas a Samsung, através de uma campanha de marketing bem sucedida, conseguiu manter os seus clientes satisfeitos. O facto de o iPhone 7 não ser de todo fantástico, ajudou a empresa sul-coreana a superar o mau momento trazido pelo smartphone “explosivo”. Resta à Apple apresentar um iPhone 8 realmente capaz de atrair consumidores, mas mesmo assim a oportunidade já passou, pelo que será certamente tarde demais.

Imagem: Digital Trends


Também poderão gostar