O que é o comércio eletrónico

O comércio eletrónico (ou comércio mobile) é a compra e venda de bens e serviços através de dispositivos portáteis sem fio, como smartphones, tablets e iPads. Conhecido como o comércio do século XXI, o comércio eletrónico permite que os compradores e vendedores acessem a Internet sem precisarem de encontrar um lugar fixo para se conetarem.

A tecnologia emergente por trás do comércio eletrónico, baseado no Wi-Fi, é muito mais comum nos países de primeiro mundo, como os da Europa Ocidental e os Estados Unidos.

Para explorar o potencial do mercado do comércio eletrónico, fabricantes de dispositivos móveis, como a Apple e a Samsung, desenvolvem smartphones habilitados para a tecnologia Bluetooth, acesso à Internet, e-mails e recursos de telefone, criando o caminho para o comércio mobile ser cada vez mais uma força de trabalho.

À medida que o fornecimento de conteúdo por meio de dispositivos móveis se torna mais rápido, mais seguro e eficaz, há ampla especulação de que o comércio eletrónico superará o comércio fixo como o método de escolha para as transações na sociedade. As indústrias afetadas pelo comércio eletrónico incluem:

• Os serviços financeiros, que incluem a banca móvel (quando os clientes usam os seus dispositivos portáteis para acessar as suas contas bancárias e pagar as suas contas), bem como serviços de corretagem, nos quais as cotações podem ser exibidas e negociadas a partir do mesmo dispositivo portátil;
• Compra de bens e serviços, dado que cada vez mais os consumidores podem encomendar o que necessitam online;
• Informação, que incluem a disponibilização de notícias financeiras nos dispositivos móveis.

Para além da obtenção de serviços e compras, o comércio eletrónico é cada vez mais a escolha preferencial de quem pretende criar o seu próprio negócio, evitando assim toda a burocracia e dificuldades associadas ao comércio local, isto é, ao comércio físico.

Imagem: Fecomércio MG


Também poderão gostar