O que é a computação em nuvem

A computação em nuvem é um termo geral para a entrega de serviços hospedados pela Internet.

A computação em nuvem (Cloud Computing) permite que as empresas consumam um recurso de computação, como uma máquina virtual, armazenamento ou uma aplicação, como um utilitário — como a eletricidade — ao invés de terem que construir e manter infraestruturas de computação internamente.

A computação em nuvem possui vários benefícios atraentes para empresas e utilizadores. Três dos principais benefícios da computação em nuvem são:

Provisionamento de autoatendimento: Os utilizadores podem gerar recursos computacionais para quase qualquer tipo de carga de trabalho sob demanda. Isso elimina a necessidade tradicional dos administradores de TI de fornecer e gerenciar recursos de computação;

Elasticidade: As empresas podem escalar a computação em nuvem conforme as necessidades de demandas aumentam ou diminuem. Isso elimina a necessidade de investimentos maciços em infraestruturas locais que podem ou não permanecerem ativas;

Pagamento por uso: os recursos de computação são medidos em um nível granular, permitindo que os utilizadores paguem apenas pelos recursos e cargas de trabalho que eles usam.

Os serviços de computação em nuvem podem ser privados, públicos ou híbridos.

Os serviços de nuvem privada são entregues a partir do centro de dados de uma empresa para utilizadores internos. Este modelo oferece versatilidade e conveniência, preservando ao mesmo tempo a gestão, o controlo e a segurança comuns aos centros de dados locais. Os utilizadores internos podem ou não ser cobrados por serviços por meio de cobrança de custos de TI.

No modelo de nuvem pública, um fornecedor de terceiros fornece o serviço de nuvem pela Internet. Os serviços de nuvem pública são vendidos sob demanda, normalmente por minuto ou hora. Os clientes só pagam pelos ciclos de CPU, armazenamento ou largura de banda que consomem.

A nuvem híbrida é uma combinação de serviços de nuvem pública e nuvem privada local — com orquestração e automação entre os dois. As empresas podem executar cargas de trabalho de missão crítica ou aplicações confidenciais na nuvem privada enquanto usam a nuvem pública para “dar vazão” a cargas de trabalho que devem ser dimensionadas sob demanda. O objetivo da nuvem híbrida é criar um ambiente unificado, automatizado e escalável que tire proveito de tudo o que uma infraestrutura de nuvem pública pode fornecer enquanto ainda mantém o controle sobre dados de missão crítica.

Imagem: Oficina da Net


Também poderão gostar