Acionistas da Harman vetam venda da empresa à Samsung

A Samsung pretende entrar no mercado automobilístico através da compra da Harman International, mas os acionistas da empresa não querem que a mesma seja comprada pela gigante sul-coreana.

Todos os titãs da tecnologia estão a entrar no mercado automobilístico, especialmente na área dos veículos autónomos. A Samsung também quer uma fatia do negócio, e para isso está disposta a comprar a Harman International por 8 mil milhões de dólares! A Harman é uma empresa que se dedica a criar soluções e tecnologias avançadas para os veículos, pelo que seria uma porta de entrada excelente para os sul-coreanos da Samsung, mas o problema é que os acionistas da Harman estão contra este negócio.

Os acionistas da Harman estão tão descontentes com a oferta da Samsung que, segundo o site SamMobile, eles querem vetar a compra que foi bem acolhida pelo CEO da empresa, Dinesh Paliwal. Os investidores estão dispostos a ir ainda mais longe: pretendem abrir um processo contra Paliwal, caso este não comunique à Samsung que a Harman rejeita a oferta. O problema é que os acionistas consideram que ficarão a perder dinheiro caso a empresa seja vendida por esse preço à Samsung, pelo que estão determinados a vetar o potencial negócio.

São 8 mil milhões de dólares que a Samsung oferece, mas a atitude dos acionistas da Harman é compreensível. A empresa vale atualmente muito mais do que esse montante, pelo que os investidores veriam as suas ações a desvalorizarem-se caso a venda se concretizasse. Por causa disto, caso a gigante da tecnologia não suba a oferta, é provável que o negócio não vá adiante. Resta saber qual é o montante que deixaria os acionistas da Harman International satisfeitos, mas a aquisição desta empresa por parte da Samsung parece vir a ser improvável de se realizar.

Imagem: AF Digitale


Também poderão gostar