Gmail irá bloquear arquivos do JavaScript

A Google anunciou no seu blog oficial que a partir do dia 13 de fevereiro irá bloquear o envio de arquivos do JavaScript no Gmail.

Num comunicado publicado no seu blog oficial, a Google informou que a partir do próximo dia 13 de fevereiro passará a não ser mais possível enviar arquivos do JavaScript (.js) como anexos no Gmail, o serviço de e-mails da gigante californiana.

Este não é o primeiro tipo de arquivos que a Google bloqueia no Gmail. A empresa já tinha bloqueado arquivos com extensões .exe, .bat e .msc de serem enviados como anexos nos e-mails, apesar de ainda existir a possibilidade de os disponibilizar através do Drive ou convertendo-os para uma pasta .zip.

O futuro bloqueio de arquivos do JavaScript é mais uma ação da Google para combater anexos maliciosos, dado que geralmente os utilizadores não estão conscientes do seu potencial perigo e acabam muitas vezes por fazer o download dos mesmos. Muitos hackers utilizam esse tipo de arquivos para acederem aos computadores daqueles que acabam por baixar os anexos aparentemente inocentes, sendo que depois roubam dados pessoais e prejudicam a experiência que as pessoas têm no Gmail. A Google pretende, assim, salvaguardar a qualidade e segurança do seu serviço de e-mails.

A partir do dia 13 de fevereiro, quem enviar um anexo com uma extensão .js receberá uma mensagem a informar que não foi possível enviar o arquivo, bem como uma explicação para essa recusa. A alternativa para quem quer enviar arquivos com essa extensão sem qualquer motivo malicioso passa, como referimos acima, por converter o mesmo para uma pasta .zip.

Imagem: The Independent


Também poderão gostar