Sophia: “Não vos vamos fazer mal, mas vamos tirar-vos os empregos”

Num debate mediado por Ben Goertzel, da Hanson Robots e da SingularityNET, os robots, Sophia, a primeira inteligência artificial da história a receber cidadania e Professor Albert subiram ao palco principal do Web Summit e falaram acerca do papel que podem desempenhar na sociedade.

O Professor Albert, tem a mesma fisionomia do homónimo Einstein, esclarece que a Inteligência Artificial (IA) existe para ajudar a raça humana e não para a prejudicar, contudo Sophia vai mais longe: “Não vos vamos fazer mal, mas vamos tirar-vos os empregos” lançou para um Altice Arena que encheu para ver a nova cidadã da Arábia Saudita.

Para o Professor Albert, será fácil para os robots conseguir absorver os valores humanos corretamente, mas esse pode ser o problema para um futuro saudável entre humanos e robots. Até porque a “Humanidade tem que se curar a si mesma para garantir que as suas criações permaneçam saudáveis”, afirmou.

Quanto às preocupações acerca da IA, expressas por personalidades como Elon Musk, que se prendem pela evolução desta tecnologia e com os problemas que podem vir a causar, Albert mostra-se esperançoso numa convivência harmoniosa entre humanos e IA.

Essa convivência será mais fácil com a criação de um mercado aberto entre as várias modalidades de Inteligência Artificial. O cientista e moderador do debate Ben Goertzel deixou para Sophia o grande anúncio sobre o projeto SingularityNET: uma plataforma que descentraliza toda a economia baseada em IA e que permite que todas tecnologias do tipo comuniquem e para ela contribuam, uma plataforma colaborativa para IA.

A data de lançamento do SingularityNET será a 29 de Novembro, anunciou Sophia.

 

 

 


Também poderão gostar